Acusados da morte de PM em Ilhéus são capturados em ação conjunta da polícia

Equipes da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Ilhéus), da Companhia Independente de Policiamento Especializado/Cacaueira e das 68ª, 69ª e 70ª Companhias Independentes da PM capturaram Danilo José Silva Santos quando passava pelo município de Gandu, no Sul da Bahia, tentando fugir em um ônibus da empresa Águia Branca.

O ônibus foi interceptado enquanto fugia para Salvador, Danilo foi detido na madrugada desta segunda-feira (24), acusado de participar da morte do soldado PM Tyrone Tomas de Aquino, ocorrida no domingo. Ele apontou Fabrício Santana Caetano, como autor dos disparos, além de acusar a participação de Fabrício Magno de Santana e de outra pessoa de prenome Everton.

Em liberdade provisória concedida pela Justiça, Fabrício Santana foi preso em casa, também em Ilhéus. Embora negue a participação no crime, ele indicou o esconderijo de uma arma calibre 380, que teria sido utilizada no crime. Após encontrada debaixo da cama de um imóvel abandonado, no bairro da Conquista, a pistola foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica que atestará sua utilização no crime.

Ainda em depoimento, Danilo afirmou que a morte do policial foi encomendada por Adailton Soares dos Santos, detento do Conjunto Penal de Itabuna, pelo valor de R$ 2 mil e um quilo de maconha. Outro suspeito de participação, Pippou Cleber Machado dos Santos, também foi preso com um revólver calibre 38. O envolvimento dele ainda é investigado.

Comentários