“Cadê o Edson? Cadê o machão aí?”: Ba-Vi termina em confusão e gritos de Argel

O Ba-Vi realizado na tarde deste domingo não terminou após o apito do árbitro. Na saída de campo, o técnico Argel Fucks e o volante Edson, que haviam se desentendido no clássico da última quinta-feira, bateram boca, o que iniciou uma confusão generalizada. Seguranças dos dois times e policiais militares precisaram fazer uma espécie de cordão de isolamento no caminho até os vestiários.

Descontrolado e muito exaltado, Argel gritou com vários jogadores do Bahia enquanto subia as escadas. O volante Renê Junior e o técnico Guto Ferreira precisaram ser retirados do local pela polícia. O treinador interpelou o presidente do Bahia e, com dedo em riste, bradou contra o dirigente. Durante a confusão, o zagueiro Alan Costa tentou sair em defesa de Argel e quase se desentendeu com um policial militar.

- Cadê o Edson? O Edson que é machão? Cadê o machão aí? Onde é que está o Edson? Cadê o machão? O Edson? Chama ele – gritou Argel durante a confusão.

Após o técnico entrar no vestiário, o supervisor de futebol do Vitória, Mário Silva, conversou com os policiais militares que impediam a passagem dos jogadores rubro-negros para a área dos atletas do Bahia. No vestiário tricolor, era possível ouvir cânticos de comemoração e provocação ao rival.
O comandante Saulo, da Polícia Militar, deu uma bronca nos brigões depois da confusão e lamentou o episódio.

- Depois de tudo isso sobre torcida única, a briga acontece logo entre os jogadores. Vocês viram o que aconteceu - afirmou o PM aos jornalistas presentes no local.

A busca de Argel pelo volante do Bahia tem motivo. Durante a semana, o jogador havia concedido entrevista coletiva no Fazendão, ocasião em que provocou o treinador: "Se ele quer confusão, procurou o cara certo".

- O treinador briga pelo pão deles, eu vou brigar pelo meu. Não quero saber do Argel, que é o meu rival. A confusão começou porque o cara, o moreno lá, pisou no meu pé, e ele (Argel) meu deu o cotovelo. Ele não deu para me machucar, mas só a intenção... Ele como treinador, deveria dar o exemplo. Mas se ele quer confusão, procurou o cara certo - afirmou Edson na última sexta-feira.

O Bahia venceu o Ba-Vi deste domingo por 2 a 0 e garantiu vaga na final da Copa do Nordeste. Allione e Régis marcaram os gols do Tricolor, que decide o título regional com o vencedor do triunfo entre Santa Cruz e Sport, marcado para quarta-feira.

Comentários