Igreja atribui ao diabo corte de sinais de emissoras na TV por assinatura

Circula entre fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus um áudio em que é atribuído ao diabo o corte de sinais da Record, SBT e Rede TV! nas principais operadoras de TV por assinatura de São Paulo.

O áudio foi gravado durante um ritual de exorcismo, em um culto da igreja de Edir Macedo. O pastor fala que o corte de sinal “é uma estratégia do diabo” para que as pessoas deixem de “assistir a novela bíblica na Record”. De acordo com o colunista Daniel Castro, de Uol, a peça quer convencer os fiéis da Universal a pressionarem as operadoras, ameaçando cancelar suas assinaturas caso elas não aceitem pagar pelos sinais digitais das três redes.

Apesar da teoria, a disputa entre as emissoras e as operadoras é puramente comercial. Com o corte de sinal analógico, as emissoras criaram a empresa Simba, para negociar seus conteúdos com a TV paga, que pediu R$ 15 pelas três redes. O preço é equivalente ao custo dos pacotes premium da HBO e Telecine, vendidos por R$ 30 mensais aos assinantes. As operadoras resistem em pagar pelas três redes, que têm seus sinais distribuídos gratuitamente por sinal aberto.

Comentários