Muriqui é favorito para comandar ataque do Vasco contra o Flamengo

A suspensão de um e a lesão de outro devem abrir caminho para que Muriqui seja a grande novidade do Vasco na partida de sábado, contra o Flamengo, pela semifinal da Taça Rio. O jogador é o favorito para comandar o ataque do técnico Milton Mendes, uma vez que Luis Fabiano está fora e Thalles tem chances remotas de atuar.

Luis Fabiano precisará cumprir ao menos o segundo jogo do gancho de quatro que recebeu por causa da confusão com o árbitro Luis Antônio Silva dos Santos, no último duelo com o Flamengo. Nesta quarta-feira, o departamento jurídico cruz-maltino entrou com recurso e pedido de efeito suspensivo para diminuir a pena do jogador, mas a demanda só será analisada pelo Tribunal de Justiça Desportiva após o clássico de sábado.

- Luis Fabiano precisa cumprir metade da pena antes do recurso ser deferido ou não. Vai fazer falta, é a nossa grande referência no ataque - reconheceu o vice-presidente de futebol Eurico Brandão, à "Rádio Tupi".

Paralelamente a isso, seu reserva imediato possui chances bem reduzidas de atuar no Maracanã. Thalles ainda se recupera de uma torção no tornozelo direito. Quarta-feira, ele iniciou o trabalho de transição no campo, mas pela lógica que o técnico Milton Mendes tem usado até o momento na Colina, somente jogadores que conseguem ter uma sequência de treinos com o restante do elenco ficam à disposição para serem relacionados.

Com isso, a tendência é que Muriqui jogue. Quarta, Milton Mendes comandou atividade preparando os titulares que deverá ter no clássico. Dos jogadores contratados para a temporada, Muriqui é um dos que tem empolgado menos a torcida. O atacante tem oito partidas, apenas uma como titular e nenhum gol marcado.

Outra opção, menos provável, é Kelvin na frente e o retorno de Andrezinho para o meio.

Comentários