Inflação oficial desacelera e fica em 0,14% em abril

A inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), perdeu força de março para abril, passando de 0,25% para 0,14%, divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (10). Em abril de 2016, o IPCA havia ficado em 0,61%.

No acumulado do ano, o indicador está em 1,10%, abaixo dos 3,25% registrados entre janeiro e abril de 2016.

Nos últimos 12 meses, o índice ficou em 4,08%, abaixo dos 4,57% apurados em março. É a menor taxa desde julho de 2007, quando estava em 3,74%. Com isso, a inflação ficou abaixo da meta do Banco Central para o ano, que é de 4,5%.

Principais impactos
A queda na taxa mensal do IPCA de 0,25% em março para 0,14% em abril foi impactada principalmente pelas contas de energia elétrica, que ficaram 6,39% mais baratas, e pelos combustíveis, cujos preços caíram 1,95%, segundo o IBGE.

A redução de 6,39% no item energia elétrica foi influenciada por descontos aplicados sobre as contas, em decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), para compensar os consumidores por uma cobrança indevida feita em 2016. A medida ajudou a equilibrar os efeitos da substituição da bandeira amarela pela vermelha nas contas de luz em 1º de abril.

Comentários