Lutadora do UFC divulga foto do corpo, recorda bullying e faz desabafo

A lutadora Tecia Torres fez um desabafo especial na internet. Atleta da categoria peso palha feminino, a americana publicou uma imagem de seu corpo e citou dificuldades já enfrentadas ao lidar com bullying de pessoas que reagiam de forma negativa ao seu corpo musculoso.   

Em texto publicado no Instagram junto a uma foto posada, a americana exalta o próprio corpo, lembra o bullying sofrido e agradece o apoio dos fãs que sempre a incentivaram ao longo de sua carreira.

- Por muito tempo tive problemas com a imagem do meu corpo. Graças a minha família, fui presenteada com uma pequena estrutura muscular. Crescendo, acabei sofrendo bullying, ao ponto de meninas da escola desenharem uma mulher com o corpo masculino no quadro, tentando fazer graça comigo. Funcionou. Me senti sozinha, como se meu corpo fosse diferente. Olhando para trás, eu era diferente. Meu corpo jovem era um produto do meu trabalho duro. Tenho sido uma artista marcial desde os cinco anos, sempre fui uma atleta. Durante esses anos, mulheres adultas sempre paravam minha mãe e perguntavam o que eu tinha feito. Elas amavam meu corpo (...) Durante minha carreira no UFC, o bullying recomeçou com competidoras falando sobre meu corpo como se me conhecessem minha vida e minha rotina. Porque se eu estou em uma forma fenomenal eu devo estar usando algum tipo de droga que melhore minha performance. Sempre achei esses comentários hilários. Sou confiante ao dizer que sou uma das atletas mais limpas desse esporte. Do lado oposto ao bullying idiota, fico feliz de viver em uma geração onde ser forte é visto como beleza, não importa o tamanho ou a cor. Levei tempo até amar meu corpo. E o que me motiva mais é saber que inspiro outras pessoas a alcançarem seus sonhos e objetivos - desabafou.

Tecia Torres soma oito vitórias e uma única derrota na carreira. Ela vem de triunfo contra Bec Rawling, no UFC Fight Night em Houston (EUA), em fevereiro. 

Comentários