Secretaria de Saúde implanta Núcleo de Apoio à Saúde da Família em Itabuna

A Secretaria de Saúde de Itabuna acaba de implantar no município o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), uma unidade que além de apoiar os programas já existentes nas Unidades de Saúde da Família (USF), permitirá a ampliação das ações já desenvolvidas na rede da Atenção Básica, em beneficio das famílias cadastradas. O NASF funciona na unidade de Saúde José Maria de Magalhães Neto (antigo Sesp) e, inicialmente, atenderá cinco das nove Unidades de Saúde da Família, conforme adiantou a coordenadora, Márcia Peixoto.    

Ela explicou que o núcleo visa organizar e realizar atividades de grupo de casais grávidos, tratar do bem-estar e da saúde das crianças desde o nascimento até os primeiros dias de vida, promover oficinas terapêuticas e de geração de renda, com outros serviços ofertados também pelo estado, bem como orientar e informar às famílias assistidas, sobre a existência de instituições de educação profissional.

Márcia informou ainda que programas como Prosi/Hiperdia, que assistem idosos e portadores de hipertensão arterial e diabetes, também receberão atenção da equipe do Nasf. “No caso do idoso, trabalhamos com prevenção, recuperação de doenças crônicas e controle de patologias associadas por meio de práticas educativas e de atividades físicas”, justificou a coordenadora.

A diretora do Departamento da Atenção Básica da SMS, Alessandra Lopes, explicou que o núcleo, formado por uma equipe de profissionais multidisciplinares atua de maneira integrada, no apoio às equipes Saúde da Família e de Atenção Básica para  o público especifico no compartilhamento de práticas em saúde nas áreas onde existem USFs, de  responsabilidade destas equipes. 

Sobre a implantação do núcleo, a secretária de Saúde, Lísias São Mateus, disse que veio para somar as ações desenvolvidas nas USF e ao mesmo tempo contribuir para a integralidade no cuidado aos usuários do SUS, auxiliando no aumento da capacidade de intervenção sobre problemas e necessidades de saúde, tanto em termos clínicos quanto sanitários e ambientais.

“Uma das funções mais importantes é o atendimento compartilhado entre profissionais, tanto nas USFs quanto nas visitas domiciliares, o que permitirá a construção conjunta de projetos voltados para a prevenção e promoção à saúde de nossa população”.

Comentários