Campanha para remover tatuagem de jovem acusado de roubo chega a R$ 17 mil

A mobilização iniciada na internet para arrecadar R$ 15 mil visando remover a tatuagem feita na testa de um adolescente, de 17 anos, já chega a R$ 17 mil - R$ 2 mil a mais que o necessário. O caso aconteceu em São Bernardo do Campo, no interior de São Paulo, onde o jovem foi acusado de roubar a bicicleta de um deficiente físico.
  
Na ocasião, ele foi detido por Ronildo Moreira de Araujo, de 29 anos, e Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27. Enquanto um filmava, o outro tatuou a frase "Eu sou ladrão e vacilão" na testa do jovem. O vídeo foi amplamente compartilhado através das redes sociais e aplicativos de mensagens.

Desaparecido desde o dia 31 de maio, o jovem foi encontrado por amigos no fim da tarde deste sábado (10). Segundo informações do site Extra, depois de encontrado, o adolescente prestou depoimento no 3º Distrito Policial, onde negou ter cometido o furto, e já voltou para a casa da família. Os responsáveis pela tatuagem e filmagem foram detidos pela polícia na madrugada de sábado.

Comentários