Itabuna já imunizou mais de 38 mil contra gripe, mas ainda não atingiu meta

Mais de 38 mil pessoas já foram imunizadas até agora contra a gripe Influenza A (H1N1) em Itabuna. Mas de acordo com a coordenadora da Rede de Frio da Secretaria Municipal de Saúde, Camila Brito, o número ainda não atingiu a meta, que é de 54 mil pessoas ou 90% do público alvo, conforme determina o Ministério da Saúde.

A baixa procura da população de Itabuna pela vacina contra a gripe preocupa as autoridades de saúde, segundo a coordenadora, principalmente com a chegada do inverno, cujas temperaturas frias fazem com que as pessoas fechem portas e janelas para aquecer o ambiente, o que favorece a circulação dos vírus e aumente os casos de gripe, conforme explicou.

Ela reforça o apelo para que as pessoas procurem uma unidade de saúde perto de suas casas para a imunização contra o vírus da Influenza A, lembrando que a vacina é gratuita e continua sendo a melhor forma de prevenir contra a gripe. “Gripe é uma doença contagiosa e que pode gerar graves consciências, principalmente nos idosos, que são mais suscetíveis à pneumonia”, alerta.

Camila informa que todas as salas de imunização nas 30 unidades de saúde continuam disponibilizando doses da vacina contra a gripe e de outras que fazem parte da rotina diária em Itabuna.  As unidades de saúde funcionam até às 17 horas, à exceção da UBS Moise Hage, no bairro Lomanto, que fica aberta até 18 horas e a UBS Aberto Teixeira Barreto, na Califórnia, que funciona até às 20 horas, de segunda a sexta-feira, segundo a coordenadora.

No caso da vacina contra a gripe, são grupos prioritários crianças a partir de seis meses e menores de cinco anos, gravidas a partir o 3º. mês, mulheres após 45 dias do parto, idosos com mais de 60 anos, portadores de doenças como hipertensão e diabetes e profissionais de saúde.     

Comentários