Modelo perdeu perna após ser atropelada pelo namorado e vai concorrer ao miss bumbum

O concurso Miss Bumbum 2017 vai contar com uma participação inédita nesta edição. Trata-se da modelo Rúbia Machado, de 29 anos, que é deficiente física. A capixaba, que está morando em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, há um ano e meio, teve a perna esquerda amputada aos 19 anos, após ser atropelada pelo então namorado. Segundo conta, sem querer entrar em detalhes, ela estava em uma moto quando o ex avançou com o carro em sua direção.

— Não tinha motivos para ele fazer isso, mas foi intencional. Dias depois do ocorrido, ele ainda me disse que não tinha nascido para empurrar uma cadeirante para o resto da vida — afirmou Rúbia.

Como na época o rapaz era menor de idade, tinha 17 anos, ele não foi punido criminalmente. Foi condenado apenas a pagar uma indenização para a loura.

No auge da juventude, Rúbia preferiu não se entregar à depressão e continuou a viver normalmente. Fã confessa de academia, ela molda seu corpo no lugar há pelo menos 12 anos em treinamentos de 3h por dia.
— Sempre tive essa vontade de ser fitness. Eu jogava bola, corria. Então, estou realizando um sonho participando do concurso — disse a modelo, que tem 99 cm de bumbum.

O convite surgiu do próprio organizador do Miss Bumbum, Cacau Oliver. Ele revelou que este ano quer trabalhar a inclusão.

— Além das mudanças na parte estética, como a diminuição obrigatória do tamanho do bumbum ser de até 107 cm, queremos trabalhar a inclusão. A Rúbia é uma mulher linda, que pode competir em igualdade com as outras — explicou Cacau.

Comentários