Motorista do cantor Cristiano Araújo vai a julgamento em julho

O motorista do cantor Cristiano Araújo, Ronaldo Miranda, 43, vai sentar no banco dos réus no dia 4 de julho. Essa é a data da audiência de instrução e de julgamento do processo sobre a morte do sertanejo e de sua namorada, Allana Moraes, que ocorrerá no Fórum de Morrinhos, na região Sul de Goiás, a partir das 14h.

No dia 24 de junho de 2015, a Range Rover em que eles estavam capotou na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina. Miranda dirigia o veículo e foi indiciado por duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro), a pena para esse tipo de crime é de dois a quatro anos de prisão e suspensão da habilitação. Na audiência, a juíza Patrícia Machado Carrijo deve ouvir testemunhas e se inteirar do processo.

Miranda não atendeu às ligações da reportagem, mas conversou por meio do aplicativo WhatsApp. O motorista disse que está se preparando para enfrentar a Justiça "com a verdade e com Deus no comando". Logo depois, encerrou o contato. "Esse é um assunto que me deixa para baixo", resumiu.

Desde setembro de 2015, Miranda trabalha com o cantor Marrone, da dupla com Bruno, acompanhando o músico em turnês e em compromissos pessoais. No Instagram, registra a nova rotina e presta frequentes homenagens a Allana e a Cristiano. Na última segunda-feira (19), ele postou uma foto com o sertanejo e escreveu: "Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós!".

Comentários