Presidente da Amurc apresentou ações para o meio ambiente e a economia regional

No dia de comemorações ao Meio Ambiente, o prefeito de Itacaré e presidente da Amurc, Antônio de Anízio participou da abertura do 3º Encontro Baiano de Agrossilvicultura, que iniciou nesta segunda-feira, 5, em Itabuna, e segue até sexta, 9, com palestras, mesas-redondas e minioficinas voltadas para: regularização ambiental das fazendas de cacau e agropastoris, além do uso da terra recurso e do recurso da água nas propriedades rurais.

No evento, Antônio de Anízio falou sobre as ações de reflorestamento de mananciais que estão sendo realizadas no município de Itacaré, com o objetivo de valorizar a água, como um recurso imprescindível para a preservação do meio ambiente, e, consequentemente o desenvolvimento da economia local. Ao mesmo tempo, o gestor, que é natural da zona rural, ressaltou “a importância da tecnologia como mecanismo fundamental para inovar em prol da nossa população”.

Ainda na sua fala, o prefeito defendeu a participação da Amurc na comissão de revitalização da Ceplac, com o objetivo de fortalecer as ações de valorização do cacau e a diversificação de outras culturas. Em conjunto com o Fórum de Secretários de Agricultura e Meio Ambiente – Freade, o gestor destacou que a entidade tem apoiado a campanha de mobilização para a aprovação do projeto (PLS 93/2015) que propõe o aumento de 35% da quantidade de cacau no chocolate produzido no Brasil.

De acordo com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Uruçuca, Águido Muniz, que também é produtor rural, essa iniciativa de valorização do cacau deve ser abraçada por toda a sociedade, “tendo em vista que a partir da exigência sobre o aumento da concentração do cacau nos chocolates, teremos o consumo mais saudável e o nosso produto se tornará mais competitivo no mercado internacional”, declarou o representante do município.

O evento congrega pesquisadores, docentes e discentes, profissionais e produtores rurais. Na abertura, reuniu representantes de entidades e instituições que apoiam o desenvolvimento de novas tecnologias e a sua aplicação na região.

Comentários