Santa Casa de Itabuna homenageia FESFBA pelos 30 anos de atuação

O dia 1o de julho é especialmente marcado na Bahia por marcar a data da fundação da Federação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado da Bahia (FESFBA). A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna (SCMI) reconhece a importância e apoio decisivos da entidade para o fortalecimento das instituições de saúde no Estado. Celebrando 30 anos, a FESFBA tem pautado sua atuação no enfrentamento da crise do sistema de saúde que tem deixado sequelas profundas nas entidades associadas.

“É essencial reconhecer como a Federação é uma espécie de porto seguro para as entidades impactadas recorrentemente com mudanças bruscas de cenário, novas legislações, burocracias, muitas vezes até mesmo antecipando discussões e assim, assessorando as instituições federadas como a nossa”, declarou o Diretor Administrativo Financeiro da SCMI, André Fernando Wermann. A importância da Federação se traduz também na presença representativa e constante prospecção de programas e movimentos em defesa das Santas Casas e entidades filantrópicas. A organização e sistemática de funcionamento e de comunicações, a permanente preocupação com a educação continuada e a mediação no fortalecimento das correlações de poder, seja financeiro, político ou institucional, são características que marcam a história da FESFBA.

Para o Provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Dr. Eric Ettinger de Menezes Júnior, o reconhecimento à importância da Federação se avoluma ainda nas relações interinstitucionais, lembrando o que chamou de “trajetória histórica” do ex-presidente, Antônio Luiz Paranhos Ribeiro Leite de Brito, que dirigiu a entidade durante 10 anos e sucessão primorosa do atual presidente Maurício Almeida Dias Pereira. “As demandas institucionais são um desafio para cada novo provedor que assume a Santa Casa ou entidade filantrópica, e a FESFBA facilita este papel quando associa sua história e responsabilidade representando os interesses de todos os federados”, declarou o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Dr. Eric. 

Comentários