Serra/ES passa Itabuna e agora é a mais violenta para jovens

Saiu a nova lista das cidades mais violentas para jovens de 12 a 18 anos e Itabuna foi ultrapassada por Serra, no Espírito Santo. O ranking está assim: 1° Serra 12,7 homicídios. 2° Itabuna 11,8. 3° Fortaleza 10,9. 4° Camaçari 10,6. 5° Cabo Frio 10,3. De cada mil adolescentes, pelo menos dez serão assassinados antes de chegar aos 19 anos. 

O diagnóstico vem da pesquisa Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), com base nas mortes ocorridas no Brasil em 2014. O estudo é compilado pelo Laboratório de Análise da Violência (LAV), da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). Fortaleza, Ceará e Nordeste lideram os rankings com maiores índices de mortes violentas de jovens entre 12 e 18 anos. 

O cenário é alarmante no Nordeste, região com sete das oito capitais de maiores índices registrados. Para Cano, os fatores geram debates entre especialistas sobre o fenômeno da violência no Nordeste. Em comparação com a década de 1980, ele ressalta que o problema se descentralizou das metrópoles do Sudeste. “Havia esperança, em alguns setores, de que a melhora na inserção social e a diminuição da pobreza reduziriam a violência. 

Não foi isso que aconteceu no Brasil”, destaca. O pesquisador elenca outros aspectos para o problema na região: crescimento acelerado da população, ampla circulação de armas de fogo, desigualdade social e cultura de incentivo à violência. Trazendo a análise para os municípios, o sociólogo destaca ainda dois fatores mais observados: a baixa renda dos setores mais pobres da população e os baixos indicadores de qualidade da educação.

Comentários