Sindicato dos Mototaxistas reclama de duas regras para cadastro na prefeitura

O Sindicato dos Mototaxistas da Bahia está insatisfeito com as exigências da prefeitura para o credenciamento dos profissionais, que vai até outubro. São 2.938 autorizações, mas até agora apenas 600 fizeram o cadastro. Duas regras são contestadas: a idade máxima de cinco anos da moto e obrigatoriedade do documento do veículo estar no nome do mototaxista. O sindicato acredita que, com elas, as vagas não serão preenchidas. A prefeitura, por sua vez, argumenta que estas são exigências para garantir segurança aos usuários do sistema. Estas, inclusive, são determinações do Ministério Público estadual. 

Crédito
Segundo o secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Mota, já existem linhas de crédito para mototaxistas - assim como para taxistas -, o que daria conta da segunda queixa. Como a profissão está regulamentada, a aquisição de crédito é facilitada. Mota informou, ainda, que solicitou ao Detran a abertura de novas vagas para mototaxistas, uma das exigências da regulamentação. Ele disse que cerca de mil são formados, enquanto o sindicato informa que são 1.500. 

Comentários