Sinval Vieira entrega o cargo e Petkovic pode mudar de função

Sinval Vieira pediu demissão do Vitória. Nesta quarta-feira (31), o dirigente entregou uma carta e solicitou seu desligamento da cúpula rubro-negra ao presidente Ivã de Almeida. O clube ainda não se posicionou oficialmente sobre o futuro do dirigente, o que vai acontecer nesta quinta (1º).

Criticado por parte da torcida, Sinval não resistiu à pressão após uma reunião com conselheiros do clube, que fizeram uma sabatina com o diretor, o presidente Ivã de Almeida e o técnico Petkovic. No encontro, Sinval foi alvo de duras críticas e, ao final da reunião, colocou o cargo à disposição, mas foi defendido por Ivã. No dia seguinte, presidente, diretor e o presidente do Conselho Deliberativo, Paulo Catharino Gordilho Filho, passaram o dia reunidos. 
Sinval Vieira assumiu o cargo de diretor de futebol do rubro-negro em dezembro, logo quando Ivã de Almeida foi eleito presidente do Leão. Na sua gestão, o ex-dirigente fez 18 contratações. Cinco laterais (Leandro Salino, Geferson, Patric, Thallyson e Caíque Sá), três zagueiros (Alan Costa, Fred e Renê Santos), um volante (Bruno Ramires), quatro meias (Dátolo, Cleiton Xavier, Gabriel Xavier e Pisculichi) e cinco atacantes (Pineda, Paulinho, André Lima, Todinho e Neilton). O clube ainda trouxe o volante Uillian Correia, porém a contratação foi feita pela gestão anterior. 

Outra possível mudança é a saída de Petkovic do cargo de treinador. Até que um novo profissional seja contratado, o sérvio deve acumular as funções de diretor de futebol, gerente de futebol e técnico. Informações do Correio da Bahia.

Comentários