SKOL apoia diversidade musical e valoriza tradição

A marca do São João é o forró, mas a diversidade musical tem presença garantida na festa em Santo Antônio de Jesus, na Bahia, e em outros eventos no Norte e Nordeste que levam a assinatura da SKOL. 

A segunda noite de shows na cidade baiana, por exemplo, reuniu nomes como Targino Gondim e Marília Mendonça.

Para o gerente de eventos da SKOL, Pedro Beltrão, a fusão de ritmos traduz alegria para o público e motiva a marca a participar de diversos eventos. “A nossa marca apoia mais de 300 eventos no Norte e Nordeste com os mais variados tipos de música. Tem sertanejo, axé, pagode... A diversidade musical leva alegria às pessoas e é de momentos assim que queremos participar, valorizando sempre a tradição”, comentou.

No contexto da mistura de ritmos, o forrozeiro Targino Gondim pediu que a tradição seja preservada. “Acho que, quando o assunto é o São João, os turistas, principalmente, vêm para ouvir a sanfona, a nossa verdade, o que motivou esse auge da festa junina no Brasil. Se a gente desequilibrar demais, vai acabar perdendo esse público”, definiu.

“Não precisa barrar o sertanejo, mas tem que repensar. Do contrário, não vai ter graça porque o público fica com a sensação de estar em uma festa que acontece o ano inteiro no país. A sanfona tem que prevalecer”, completou o forrozeiro.

Comentários