Uesc cria Núcleo de Estudo sobre Cervejas Artesanais

Pesquisadores da Universidade Estadual de Santa Cruz, no Sul da Bahia, criaram um núcleo que promoverá atividades de pesquisa, extensão e ensino exclusivas na área de cervejas artesanais como o objetivo de fomentar inovação, competitividade e desenvolvimento regional junto aos pequenos produtores e gestores de microcervejarias que atuam em um mercado que deverá crescer 15% ao ano na próxima década. 

Constituído por um grupo multidisciplinar de pesquisadores, o Núcleo de Estudo sobre Cervejas Artesanais – NECA é um programa acadêmico da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC e dispõe de uma Planta Piloto da Microcervejaria que foi inaugurada na universidade baiana em julho de 2016, o NECA se torna o primeiro núcleo do Nordeste e o terceiro do Brasil que atua exclusivamente na área de cervejas artesanais. Segundo o professor Dr. Zolacir T.O. Junior, coordenador do NECA, a ideia de criar o núcleo surgiu inspirada nas experiências do Instituto Federal de Bento Gonçalves, que tem o primeiro curso de Enologia do país e na EMBRAPA, que desenvolve pesquisa na área de viti-vinicultura. 

Nesta localidade do Rio Grande do Sul, produtores locais, gestores de vinícolas, agentes políticos e pesquisadores universitários atuam integrados na cadeia produtiva de vinhos, na busca por inovação, competitividade e desenvolvimento regional. O NECA promoverá atividades de pesquisa, extensão e ensino dirigidos prioritariamente para pequenos produtores, gestores de microcervejarias e demais empresas que atuam no setor de cervejaria, bem como instituições públicas e do terceiro setor com o objetivo de fomentar o desenvolvimento do setor de cervejas artesanais no Brasil.

Comentários