Carregador de celular pirata causa incêndio em hotel em Santa Catarina

O Corpo de Bombeiros de Itajaí, em Santa Catarina, divulgou nesta terça-feira o resultado de uma perícia que mostra que o incêndio num quarto de hotel na cidade de Penha, no começo do mês, foi causado por um carregador de celular pirata que foi deixado na tomada.

Segundo o laudo, o carregador não possuía o selo de certificação de fabricação conferido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e teria entrado em curto-circuito devido a baixa qualidade das peças usadas na fabricação.

Os bombeiros analisaram o ambiente onde o foco do incêndio começou e o carregador deixado na tomada em comparação com o depoimento de testemunhas. Os agentes concluíram que ai sair na manhã do dia 8 de julho, o hóspede do hotel teria deixado o carregador ligado na tomada, com o fio apoiado no colchão. Um curto-circuito teria gerado super aquecimento na superfície do colchão e provocado as chamas, que se espalharam pelo quarto.

Comentários