Ex-marido de Brunet propõe a deputados baianos fim da lei Maria da Penha

O empresário bilionário, Lirio Parisotto, ex de Luiz Brunet, acusado de agredir a modelo, não perdeu a oportunidade de tentar convencer dois deputados baianos a revogar a lei Maria da Penha, que pune os agressores de mulheres. Em um restaurante, ele encontrou os deputados federais Benito Gama (PTB-BA) e ao relator da reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA). Ao cumprimentá-los, Parisotto falou de politica e não perdeu a chance de rasgar a pérola:  Leizinha vagabunda é essa tal de Maria da Penha. Vocês tinham que revogá-la”.

O empresário responde processo por agressão à Luiz Brunet e o caso teve bastante repercussão nacional quando a atriz e modelo postou fotos do roso machucado, após os socos do marido.

Além do “inusitado” pedido aos parlamentares, o empresário também elogiou a reforma da Previdência e garantiu que apoia as duras medidas propostas pelo governo. O caso é narrado na coluna Radar Online, da revista Veja, por Gabriel Mascarenhas. 

Comentários