Flamengo lamenta violência em clássico e critica 'dirigentes que estimulam ódio'

O Flamengo divulgou uma nota oficial sobre a briga generalizada que aconteceu depois de vencer o clássico contra o Vasco, por 1 a 0, em São Januário, no último sábado. O time da Gávea lamentou a violência e ainda aproveitou para criticar os dirigentes do clube cruzmaltino.

"O Clube de Regatas do Flamengo lamenta a situação a que foram expostos nossos profissionais, colegas da imprensa e torcedores após o término da partida contra o Vasco e repudia todo e qualquer ato de violência dentro e fora dos estádios.

O Flamengo entrou em campo e venceu na bola. Agora, espera que todas as providências sejam tomadas para que um episódio desastroso como o de hoje (sábado) não se repita e que os marginais responsáveis sejam punidos. O futebol tem sido vítima constante da impunidade e da falta de sensibilidade de alguns dirigentes, que estimulam o ódio".

A briga foi promovida pela torcida cruzmaltina, que tentou invadir o campo, jogou bombas e depredou partes de São Januário. A polícia reagiu para conter a bagunça com spray de pimenta, mas os brigões não desistiram do confronto.

Devido a isso, o Rubro-Negro mal conseguiu comemorar a vitória sobre Vaco. Com a confusão dentro e fora do estádio, os jogadores rubro-negros tiveram que permanecer no centro do campo após o fim da partida.

Comentários