Goleiro Max, ex-Botafogo, tem morte cerebral confirmada aos 42 anos

Foi confirmada na tarde desta quarta-feira a morte encefálica do ex-goleiro do Botafogo, Maxlei dos Santos Luzia, o Max, de 42 anos. A informação foi passada ao GloboEsporte.com pela família do ex-jogador e pelo neurocirurgião Haroldo Chagas - responsável pelo acompanhamento do ex-atleta. Max foi submetido a testes neurológicos no Hospital da Lagoa, na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde estava internado, assim como nesta terça-feira, e não respondeu aos estímulos - o que atestou a morte cerebral. O local do enterro ainda não foi divulgado.

- Meu amor foi embora. Mas ele não morre para mim. Fui comunicada agora. O médico me falou... Estou vendo a possibilidade de doar os órgãos. Ele sempre foi uma boa pessoa. Estou aqui no CTI, perto dele... Entramos para ver ele, beijar ele, apertar a mão dele. Acho que ele gostaria que a gente doasse os órgãos. Acho que gostaria. Tenho que ver qual o trâmite agora - disse a esposa de Max, Marilda Faislon Luzia, momentos após a morte do ex-jogador.

Max foi internado no Hospital da Lagoa no fim de junho com edema cerebral, 20 dias depois de sofrer um acidente em uma tentativa de assalto em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Em conversa anterior à morte com o GloboEsporte.com, porém, Marilda Faislon Luzia explicou que internação de Max pode não ter tido relação direta com a batida.

- Os médicos ainda não têm um diagnóstico fechado do que ele tem. Acreditam que seja uma doença rara e autoimune, que o acidente acabou sendo coincidência. Mas ainda não dá para afirmar por ele não ter esse quadro fechado. Tudo que tentaram nele não deu certo, ele somente regrediu. Ele estava bem depois do acidente. Mas, 20 dias depois, começou a falar que estava com dor de cabeça e depois passou a ter confusão mental. Ele estava bem, brincando e tudo. Mas depois disso foi internado - declarou Marilda antes da morte.

Segundo informações da assessoria de imprensa do Botafogo, será realizado um minuto de silêncio na partida do clube desta quarta-feira contra o Atlético-MG, pelo jogo de volta da Copa do Brasil. O confronto acontecerá no Estádio Nilton Santos, a partir das 19h30.

Comentários