Ministério Público do Rio vai pedir interdição de São Januário

O Ministério Público pedirá nesta segunda-feira a interdição de São Januário. A informação foi confirmada pelo promotor Rodrigo Terra, que explicou que o pedido será feito com base em uma ação já existente, na qual Federação de Futebol do Rio (Ferj) e CBF também são partes. De acordo com Terra, várias normas estabelecidas pelo Estatuto do Torcedor em relação à segurança em São Januário já não vinham sendo cumpridas pela diretoria do Vasco.

- Ferj e CBF já estão no processo. A gente fará o pedido (de interdição de São Januário) em um processo no qual já foram requeridos planos de ação para o jogo e para o campeonato, que o Estatuto do Torcedor prevê. Já há uma questão na Justiça sobre a forma de prestação desse serviço que não está cumprindo com o que o estatuto prevê em relação à segurança do torcedor - explicou Terra.

O Ministério Público pedirá nesta segunda-feira a interdição de São Januário. A informação foi confirmada pelo promotor Rodrigo Terra, que explicou que o pedido será feito com base em uma ação já existente, na qual Federação de Futebol do Rio (Ferj) e CBF também são partes. De acordo com Terra, várias normas estabelecidas pelo Estatuto do Torcedor em relação à segurança em São Januário já não vinham sendo cumpridas pela diretoria do Vasco.

- Ferj e CBF já estão no processo. A gente fará o pedido (de interdição de São Januário) em um processo no qual já foram requeridos planos de ação para o jogo e para o campeonato, que o Estatuto do Torcedor prevê. Já há uma questão na Justiça sobre a forma de prestação desse serviço que não está cumprindo com o que o estatuto prevê em relação à segurança do torcedor - explicou Terra.

Além do Ministério Público, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) também acenou com a possibilidade de pedir a interdição do estádio nesta segunda-feira, após análise das imagens da confusão. Neste caso, o estádio seria interditado até o julgamento no tribunal esportivo.

- Existe a possibilidade de uma interdição provisória de São Januário (...). A procuradoria vai analisar com muita calma tudo o que aconteceu dentro do estádio. A procuradoria vai fazer esse requerimento, sim. Como foi com o Serra Dourada, no jogo entre Goiás e Vila Nova. O artigo 213 prevê até 10 perdas de mando. Também temos a multa de até R$ 100 mil e, dependendo do que ocorreu, se tiver uma falha de infraestrutura do estádio, aí também acumula uma interdição que pode durar até que essa falha seja resolvida.
Enquanto MP e STJD miram a interdição do estádio, a Polícia Civil investiga a morte do torcedor Davi Rocha Lopes, de 27 anos, morador de Santa Cruz e, conforme indica seu perfil em redes sociais, ligado a facção organizada da torcida do Vasco - a família nega. Consultada, a assessoria da Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios busca imagens de câmeras de segurança, além de ouvir policiais e testemunhas, para determinar de onde partiram os disparos e então analisar armas dos policiais.

- A DH foi acionada pelo policial do plantão do Hospital Souza Aguiar. Imediatamente mandou uma equipe para o HSA, que fez o levantamento das vítimas atingidas e iniciou as investigações. Sobre as armas dos PMs, ainda será necessário saber de onde partiram os disparos, após ouvir os envolvidos como policiais, testemunhas e as vítimas sobreviventes. Neste momento, equipes da DH tentam obter imagens de câmeras da região para auxiliar na investigação.​

Comentários