Pontos críticos da cidade começam a ter sistema de iluminação recuperado

Nem mesmo os fortes ventos registrados nesta segunda-feira (3), impediram a continuidade dos trabalhos de recuperação do sistema de iluminação pública de Ilhéus. As ações aconteceram nos altos do Coqueiro, Amparo e Tapera, no bairro do Iguape e em pontos de ônibus na região central da cidade, a exemplo do General Osório e do Instituto Municipal de Ensino (IME).

Hoje pela manhã, técnicos da prefeitura e da empresa terceirizada atuaram na reposição de lâmpadas na Barreira, zona sul da cidade. À tarde, o trabalho continua no centro e em trechos do Malhado, na zona norte. De acordo com os técnicos, a prioridade na reposição está sendo dada em áreas mais afetadas do município. Estima-se que em Ilhéus existam 30 mil pontos de luz (10 mil na área urbana e 20 mil na rural).

De acordo com o secretário de Serviços Urbanos, Jorge Cunha, além da substituição mais imediata das lâmpadas, a proposta estabelecida com a nova empresa terceirizada é adotar ferramentas mais modernas que deixem a cidade mais iluminada com custo de energia mais em conta. Dentre as medidas já anunciadas está a utilização de lâmpadas led na substituição ao antigo sistema.

Além da iluminação de ruas, praças e avenidas, a Ghia Engenharia também está desenvolvendo um projeto para execução de iluminação cênica em diversos patrimônios arquitetônicos da cidade, a exemplo de igrejas e de locais que se destacam na história de 483 anos do município.

Comentários