Três derrotas e nenhum gol: sequência do Botafogo aumenta pressão em atacantes

As três derrotas do Botafogo nos últimos três jogos tiveram um indigesto elemento em comum: o time não balançou a rede nenhuma vez contra Avaí (Brasileirão), Atlético-MG (Copa do Brasil) e Corinthians (Brasileirão). O último gol foi na vitória por 3 a 1 sobre o Vasco. Reflexo imediato disso foi o aumento da pressão sobre os atacantes alvinegros e da diretoria do clube após o revés por 1 a 0 para o líder do Brasileirão, no domingo.

Nesta temporada, o Botafogo passou em branco em 12 das 39 partidas que disputou, apesar de ter marcado 52 gols, o que dá uma média de 1,33 por partida. Em redes sociais, torcedores mostram preocupação e causaram uma mobilização no Twitter oficial do Alvinegro. Alguns ironizam a situação, enquanto outros cobram a contratação de homens de frente.

Não há como reforçar o time para o primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores, pois o Botafogo encara o Nacional-URU já nesta quinta, em Montevidéu. Mas se depender de Pimpão, vice-artilheiro do time em 2017, com sete gols, luta não vai faltar para reverter o quadro negativo.

– Ninguém está satisfeito. Temos que levantar a cabeça, sabemos que foram jogos difíceis, e vamos pegar agora uma equipe qualificada, que é o Nacional. Mas vamos com tudo para cima deles – disse Pimpão, que foi poupado e entrou só nos minutos finais contra o Corinthians.

Quem também foi poupado e começou no banco foi Roger. Artilheiro do Botafogo em 2017, com dez gols, ele acredita que a maratona de jogos na última semana atrapalhou o rendimento do time. Como entrou em campo somente aos 36 minutos do segundo tempo diante do Corinthians, o camisa 9 tem certeza que renderá mais no Uruguai.

– Estava muito desgastado, no meu limite físico, não dava. Na quinta, contra o Galo, tentamos jogar no limite, mas era uma coisa que estava adiando. Não deu para ser na quinta, contra o Corinthians era impossível. Mas é bom, na quinta-feira, estarei inteiro. Consigo treinar com um pouco mais de força, e quinta vou estar zerado. Preciso desse descanso por causa dessa loucura que está de jogo atrás de jogo. Informações do GE.com

Comentários