Corpo de Luiz Melodia é velado na quadra da Estácio de Sá, no Rio

O corpo do cantor e compositor Luiz Melodia está sendo velado na quadra da escola de samba Estácio de Sá, no Centro do Rio. O músico morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 66 anos, em decorrência de um câncer na medula óssea. Sobre o caixão de Luís Melodia, bandeiras representam duas de suas grandes paixões: o Vasco da Gama e a Estácio. Na parede da quadra da escola, estão pintados os versos de um de seus maiores sucessos: "Se alguém quer matar-me de amor / Que me mate no Estácio". A morte de Melodia gerou homenagens nas redes sociais de muitos artistas brasileiros. Presente no velório, Zezé Motta se uniu ao coro.

— Bebi muito na fonte da poesia dele. Ele continua vivo em sua obra — disse a cantora e atriz.

No começo de junho, ele havia recebido alta do hospital Quinta D´or após três meses internado. Animado, o cantor planejava voltar aos palcos e estúdios até o fim do ano, mas o câncer voltou e seu estado de saúde se agravou bastante nesta quinta-feira. O enterro está marcado para o sábado, às 10h, no cemitério do Catumbi.

Comentários