Sentença de Moro é irrepreensível, diz presidente do TRF que julgará Lula

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo neste domingo (06), o presidente do Tribunal Regional Federl da 4ª Região, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, classificou a sentença de Sergio moro, que condenou Lula a nove anos de prisão por conta do triplex no Guarujá, de "tecnicamente irrepreensível", afirmando que "vai entrar para a história do Brasil". O TRF-4 é a segunda instância de julgamenteo na Lava Jato.

Lenz declarou que "pode-se gostar dela [a sentença], ou não" e que "aqueles que não gostarem e por ela se sentirem atingidos têm os recursos próprios para se insurgir", confessando em seguida que gostou da decisão. "Isso eu não vou negar", afirmou.

Questionado se iria confirmar a sentença de Moro, ele disse que não poderia dizer por não ter lido os autos do processo. "O juiz Sérgio Moro fez exame minucioso e irretocável da prova dos autos. Eu comparo a importância dessa sentença para a história do Brasil à sentença que Márcio Moraes proferiu no caso Herzog, sem nenhuma comparação com o momento político. É uma sentença que vai entrar para a história do Brasil. E não quero fazer nenhuma conotação de apologia. Estou fazendo um exame objetivo".

Comentários