Polícia encontra vídeos íntimos em clube paraguaio investigado por abuso de menores

A fase do Rubio Ñu fora de campo é das piores possíveis. A equipe da primeira divisão paraguaia vive um escândalo após a relação entre um de seus jogadores e seu presidente vir à tona, com o mandatário declarando favorecimento explícito ao atleta, e o clube é investigado por abusos sexuais de menores de idade.

Nesta terça-feira, a polícia paraguaia visitou a sede do Rubio Ñu e encontrou vídeos pornográficos em materiais encontrados no local. A informação foi confirmada pelo presidente da federação dos futebolistas do Paraguai.

O caso chamou a atenção de todo o país quando fotos íntimas do lateral Bernardo Caballero e do presidente Antonio González juntos foram compartilhadas nas redes sociais. Segundo o mandatário, que admitiu o relacionamento, o próprio jogador foi responsável pelo vazamento, como forma de chantagem.

"Queimado" com o presidente, o jogador está de saída do Rubio Ñu, que terá de lidar com outras acusações nos próximos dias.

Comentários