Polícia prende suspeito de matar estudante da Unesp com várias facadas

O suspeito de ter matado uma estudante da Unesp de Ilha Solteira (SP) com várias facadas foi preso na manhã desta quarta-feira (11), em Pereira Barreto (SP) Segundo a polícia, Maria Júlia Martins Quintino da Silva, de 17 anos, tinha acabado de sair da república onde morava e ia para a faculdade quando foi atacada pelo ex-namorado, Jean Gomes de Menezes Santana, na segunda-feira (9). A vítima cursava o primeiro ano do curso de zootecnia na Unesp.

Segundo a Polícia Militar de Pereira Barreto, o suspeito, foragido desde o dia do crime, disse que estava escondido em uma mata.

“A polícia recebeu denúncia anônima de que ele estaria nas ruas de Pereira Barreto, perto do recinto de exposição. A polícia o abordou e ele já confessou ter praticado esse bárbaro crime na cidade. Ele não resistiu à prisão, estava bem cansado por estar fugindo”, afirma o capitão Fábio Akira, da Polícia Militar. De acordo com o delegado Miguel Rocha, um mandado de prisão temporária foi expedido contra o suspeito.
"Ele foi identificado por pessoas andando na cidade e elas acionaram a polícia. Ele será encaminhado para a delegacia de Ilha Solteira, onde vamos colher o depoimento dele sobre o caso", afirma o delegado.

Um primo, que segundo a polícia ajudou na fuga, chegou a ser preso, mas em audiência de custódia ficou decidido a liberdade mediante o pagamento de fiança de um salário mínimo. O valor foi pago nesta quarta-feira (11), quando ficou em liberdade.

Comentários