Índia de 16 anos desaparece no município de Santa Cruz Cabrália

Policiais do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM), com o seu Setor de Operações de Inteligência (SOInt) estão a procura da adolescente indígena Jéssica Ferreira, 16 anos, que está desaparecida desde a manhã desta sexta-feira (14), quando saiu da escola por volta das 10h na aldeia Coroa Vermelha, no município de Santa Cruz Cabrália, no Sul da Bahia.

De acordo com o pai da garota, José Valério, 40 anos, conhecido na região como Zeca Pataxó - que também é secretário municipal de assuntos indígenas - a índia saiu às 7h para escola e foi vista por ele na BR-367, por volta das 10h. “Eu vi e achei que ela estivesse indo para casa, mas as horas se passaram e ela não retornou”, relatou.

Ainda segundo Zeca Pataxó, a filha nunca desapareceu ou se quer se afastou por mais de 24h de casa. Ele afirma que não houve nada diferente que pudesse levar a índia a fugir. Jéssica mora com a mãe, Janete Ferreira, 35 anos, também na aldeia Coroa Vermelha.

O caso foi registrado na Delegacia de Porto Seguro e será investigado pela Delegacia de Santa Cruz de Cabrália.  Quem tiver informações ligar para Zeca Pataxó (73) 99123-3722.

Comentários