Suspeito de matar ex-namorada no bairro do Uruguai se entrega à polícia

O homem suspeito de matar a ex-namorada, Luana Fernandes Hungria, no bairro do Uruguai, em Salvador, se apresentou à polícia na tarde desta segunda-feira (17), segundo informações da assessoria da Polícia Civil.

Conforme a polícia, José Carlos Lopes foi acompanhado de um advogado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde, por volta das 12h47, prestava depoimento sobre o crime. Ainda não há detalhes da oitiva do suspeito.

Luana tinha 24 anos e foi assassinada no dia 11 de julho quando chegava do trabalho. O crime ocorreu na Rua Obaluaê. Conforme a polícia, a vítima foi surpreendida pelo ex-namorado que chegou ao local em uma moto e atirou. Luana chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de San Martin, mas não resistiu aos ferimentos. José Carlos fugiu do local após os disparos.

Uma amiga da vítima, que estava com ela no momento do ocorrido, foi baleada em uma das mãos. Ela recebeu atendimento médico e foi liberada.

O casal começou o relacionamento em fevereiro deste ano, mas Luana terminou o namoro na sexta-feira (7), por conta do excesso de ciúme do suspeito. Luana deixou uma filha de pouco mais de 2 anos, fruto de outro relacionamento. A mãe da vítima, que preferiu não se identificar, relatou que o ex-genro era muito ciumento, mas que a família não imaginava que ele fosse capaz de cometer o crime bárbaro.

“Ele tinha ciúmes, mas a gente levava na brincadeira. Ele dizia várias vezes que era coisa da cabeça dele e que a mãe e as irmãs chamavam a atenção por causa disso e diziam que ele ia perder ela. Ele nunca mostrou que era capaz disso em nenhum momento, não teve agressão, nada", disse a mãe da jovem.

Comentários