Homem foi morto por amante da mãe na porta de motel após descobrir traição

O delegado Fabiano Henrique Jacomelis, que apura a morte Linduarley Carmo de Araújo, de 31 anos, durante uma discussão em frente a um motel, afirmou, nesta quarta-feira (1º), que a vítima foi morta após descobrir que a mãe mantinha um relacionamento extraconjugal e ir até onde o casal estava para conversar com o amante, em Morrinhos, na região sul do estado de Goiás.

O investigador disse ao G1 que já ouviu a irmã de Linduarley e algumas outras testemunhas. Segundo ele, a mãe da vítima, que estava no local do crime, ainda não foi ouvida porque estava emocionalmente abalada.

“A mãe mantinha o relacionamento extraconjugal com o autor, ele descobriu e foi até o local para conversar com o suposto autor. Quando chegou perto do carro do autor, foi alvejado. Ao que parece, até então, isso ocorreu sem nenhuma discussão, mas isso ficará claro após os próximos depoimentos”, disse o delegado.

O crime aconteceu por volta das 12h na terça-feira, no Residencial Arca de Noé. De acordo com o Corpo de Bombeiros, após ser baleado, Linduarley entrou no carro, um VW Gol, e conseguiu dirigir por cerca de 300 metros, mas parou no meio da pista da Avenida do Trabalhador.

O Corpo de Bombeiros socorreu o jovem e o levou ao Hospital Municipal de Morrinhos. No entanto, o rapaz morreu assim que deu entrada na unidade de saúde.
O delegado explicou que o amante da mãe de Linduarley não é considerado foragido, pois já passou do período em que poderia ser preso em flagrante. No entanto, o investigador disse que já entrou com o pedido de prisão preventiva contra o suspeito.

“A gente vai ouvir novas testemunhas e, após a expedição deste mandato, localizar e interrogar o principal suspeito para que a circunstância do fato seja esclarecida”, afirmou.

O corpo de Linduarley foi sepultado na manhã desta quarta-feira no Cemitério de Morrinhos, no Centro da cidade.

Comentários