Incra/BA lamenta crime no Acampamento Catarina Galindo

A superintendência regional do Incra na Bahia (Incra/BA) lamenta o crime ocorrido, no sábado (17),  que ceifou a vida do casal de trabalhadores rurais Belizário Ramalho Rocha e Valdineia Bonfim Rocha, do acampamento Catarina Galindo, no município de Eunápolis, no Extremo Sul da Bahia.

A regional baiana oficiará, nessa segunda-feira (19), a Polícia Civil de Eunápolis, solicitando informações sobre o crime e relatará o ocorrido a Delegacia Agrária do estado, embora até o momento as investigações apontem para latrocínio. O Incra/BA aguarda o fim das investigações pelos órgãos do sistema de Justiça e a devida responsabilização dos culpados.  

Reitera-se ainda que diferente do que vem sendo noticiado, o Catarina Galindo não é um assentamento e, sim, um acampamento de trabalhadores rurais sem-terra. 

Comentários