Galo manifesta preocupação com arbitragem para jogo contra o Corinthians

Faltando poucs horas para o confronto contra o Corinthians, o Atlético-MG se posicionou oficialmente sobre a arbitragem da partida desta quarta-feira, às 21h (de Brasília), no Mineirão. Anderson Daronco, árbitro FIFA do Rio Grande do Sul, será o comandante da partida, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior, também do RS.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, Atlético-MG e Corinthians foram vítimas de erros de arbitragem, ambos com gols muito mal anulados. No entanto, a falha contra a equipe paulista teve muito mais visibilidade, tanto que gerou o afastamento de Pablo Almeida da Costa, assistente que errou no lance. Agora os dois times se enfrentam. Por isso a preocupação do lado atleticano, que se preocupa com possíveis erros contra o Galo.

 Nos últimos dois dias, ficamos preocupados com a superexposição do erro de arbitragem no jogo do Corinthians. Se falou depois do jogo, ontem e hoje de novo. Parece que a arbitragem não erra nunca e se errou contra o Corinthians, deu essa superexposição. A gente tem um jogo contra o Corinthians e a gente acredita na arbitragem do Campeonato Brasileiro. A gente sabe que os árbitros são isentos. Tivemos um erro idêntico contra o Corinba e não teve essa superexposição. A gente vem com um pouco de preocupação, porque, na quarta-feira, jogamos um jogo importante e o árbitro precisa fazer uma arbitragem isenta, tendo toda tranquilidade para fazer essa arbitragem. O Atlético e o Corinthians gostariam que o árbitro fizesse uma arbitragem perfeita e com isenção. Venho manifestar a preocupação, simplesmente porque se falou três dias sobre um erro, como se tivesse tido apenas um erro, em um jogo. Tivemos nove jogos e tivemos erros em todos eles. É importante que o Daronco venha e faça uma grande arbitragem - destacou o superintendente de futebol do Atlético-MG, André Figueirendo.

Contra o Coritiba, o Atlético-MG teve um gol legal anulado pelo assistente. No lance, Adilson, que estava em posição legal, cabeceou para o gol e marcou para o Galo, mas o lance foi invalidado por impedimento.

André Figueiredo garantiu que confia nas arbitragens do futebol brasileiro, mas não quer que a exposição na mídia do erro contra o Corinthians interfira no jogo desta quarta-feira, no Mineirão.

- São seres humanos, que são pressionados a cada instante. Ele tem dois olhos e mais 35 câmeras para dizer que ele errou. A gente ainda vê discussões de duas horas, com câmera parando, mostrando o lance e dando zoom, com o cara falando que foi e outro que não foi. Nós temos que dar um voto de confiança para arbitragem. Não acredito em nada que não seja erro humano. Se acreditasse tinha que parar o futebol e recomeçar tudo, porque seria um problema enorme no país. Acredito que os caras erram , ofutebol está cada vez mais veloz, até as câmeras não conseguem pegar os lances. O árbtiro tem o direito de errar também. Temos que tirar essa pressão do árbitro. Só que o erro contra o Corinthians foi bizarro e contra o Atléticofoi a mesma bizarricce. Só que só se falou no Corinthians, essa é a nossa preocupação. Ele ouviu durante dois dias "tadinho do Corinthians". A gente não quer ser tadinho, a gente quer uma arbitragem perfeita.

Comentários