População quebra perna de ladrão de motos que a polícia prendeu e depois soltou

O deficiente físico Dionísio Araújo da Mota, de 28 anos, vulgo Perninha, acusado de roubo de motos em Manacapuru, foi preso na tarde de quarta-feira, 2.

Para indignação de suas vítimas, o ladrão foi posto em liberdade, já na manhã desta quinta-feira, 3, por não ter sido autuado em flagrante e não ter mandado de prisão em seu nome.

Logo depois de ser liberado da delegacia, Perninha foi capturado por populares revoltados com o fato de sua soltura e após ser levado para a orla do bairro da Liberdade, Dionísio foi espancado com bastante dureza.
O grupo de pessoas que aplicou a surra do ladrão estava tão indignado com sua impunidade que uma das pernas de Dionísio foi quebrada com uma forte paulada.

“Perninha” não morreu durante o espancamento porque uma equipe de policiais da Delegacia Interativa de Manacapuru foi avisada do que estava acontecendo e chegou a tempo de evitar a morte do envolvido com roubo de motos naquele município.

Alguns moradores disseram que os constantes assaltos que diariamente ocorrem na cidade, e o fato de os acusados não serem presos, quando são, ganham liberdade rapidamente, tem deixado a população de Manacapuru revoltada.

Comentários