Tubarões agressivos podem ser encontrados em rios do Amazonas

Para quem acredita que tubarões só podem ser encontrados em água salgada, melhor ir mudando de idéia. No Amazonas, e bem próximo de Manaus, já foram encontrados algumas dezenas de tubarões de água salgada.

A fera das águas chega até a capital e municípios próximos atraída pelos restos de comidas que são jogados por embarcações que entram no Estado. Eles acabam se adaptando à água doce, não acham o caminho de volta, e por aqui ficam para o desespero de banhistas.

No Pará, vários tubarões também já foram capturados por pescadores. Geralmente da espécie cabeça-chata, que se adapta fácil a mudanças de temperatura na água.
Por causa da capacidade de viver em locais de baixa profundidade, são comuns casos de ataques mortais desse tipo de tubarão.

Ele atinge de 2 a 3,5 metros de comprimento. Sua coloração do dorso vai desde marrom a cinza escuro, com o ventre branco. Seus dentes possuem forma triangular, sendo que os da mandíbula inferior se parecem com pregos, que ajudam a segurar a presa, enquanto os dentes superiores, serrilhados, rasgam a carne, e por isso causam grandes estragos em pessoas quando atacadas pelo tubarão, que tem o hábito de chacoalhar a cabeça (como outras espécies) o que aumenta o ferimento.

Alimenta-se de peixes, incluindo outros tubarões (até da mesma espécie), arraias e pássaros. São encontrados perto de costas das praias, mas podem viver por um tempo em rios e lagos. Já foi encontrado três quilômetros acima no rio Mississipi (EUA), e é fato conhecido que esses tubarões são capazes de subir o rio Amazonas até Manaus, segundo os pesquisadores.
Também são a principal espécie a atacar humanos em áreas fluviais, graças a essa capacidade de viver em baixa salinidade.

O primeiro tubarão a ser encontrado próximo a Manaus foi na década de 70 no Paraná da Eva. Na época a notícia foi destaque nos jornais locais.

Como navios e grandes embarcações fazem rota pelo Rio Amazonas, essas feras ainda podem estar rondando nossas águas.

Depois de um ano no novo local, ele dá à luz cerca de 13 filhotes que nascem com 70 cm, e ainda possuem expectativa de vida de 14 anos.

Comentários